Menu

Versão
impressa

Edição impressa
Menu
Busca

Sequestro

Polícia liberta refém no metrô de SP

Ação foi feita com armas não letais

08.09.20 21:11

A ação dos policiais foi feita com armas não letais.  (Matheus Farias | Unsplash)

A ação dos policiais foi feita com armas não letais. (Matheus Farias | Unsplash)

O Grupo de Ações Táticas Especiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo libertou na tarde de hoje (8) uma mulher que foi feita refém na Estação Adolfo Pinheiro do Metrô, na Linha Lilás, na capital paulista. A ação dos policiais foi feita com armas não letais. 
A mulher libertada foi encaminhada ao atendimento médico no bairro de Santo Amaro. O sequestrador foi preso. “A polícia de SP evitou uma tragédia no Metrô de SP. O Grupo de Ações Táticas Especiais da PM libertou uma mulher mantida refém sob ameaça de faca e prendeu o sequestrador. Parabéns à PM de SP pela operação bem-sucedida, sem nenhuma vítima”, disse o governador João Doria, nas redes sociais.
De acordo com a polícia, o sequestrador apresentava problemas psicológicos e utilizou uma faca para fazer a vítima refém. A ação da polícia durou cerca de duas horas. 

DESTAK EDITORA S.A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa. Copyright – Termos de uso