Menu

Versão
impressa

Edição impressa
Menu
Busca

Campeonato Brasileiro

Palmeiras e Inter empatam com pênalti polêmico marcado com VAR

Na Vila Belmiro, Santos e Vasco ficam no 2 a 2

03.09.20 7:46

Na Vila Belmiro, Santos e Vasco saíram de campo com um 2 a 2. (Ricardo Duarte | Internacional)

Na Vila Belmiro, Santos e Vasco saíram de campo com um 2 a 2. (Ricardo Duarte | Internacional)

Dois empates fecharam os jogos desta quarta (2) da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Em São Paulo, Palmeiras e Internacional ficaram no 1 a 1. Na Vila Belmiro, Santos e Vasco saíram de campo com um 2 a 2.
Empate do líder
O Palmeiras defendia uma invencibilidade de 10 jogos na temporada, com cinco vitórias e cinco empates, e entrou em campo querendo uma vaga no G4. Já o Inter foi a São Paulo para pontuar e defender a liderança, mesmo com apenas quatro titulares começando a partida: Marcelo Lomba, Cuesta, Moisés e Patrick.
O primeiro tempo foi bastante disputado, mas com poucas chances de gol. O melhor lance foi do Inter, aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio, Patrick tentou uma meia bicicleta. A bola desviou em Mayke e passou com perigo pela meta de Weverton. Na segunda etapa, o Palmeiras assustou o goleiro Marcelo Lomba. Rony cobrou falta e Gustavo Gómez subiu para cabecear. A bola passou tirando tinta da trave direita do Internacional.
O jogo ficou morno até os 42 minutos do segundo tempo. Bola alçada na área do Palmeiras. Luan tentou aliviar o perigo, desviou mal e a bola bateu no braço do zagueiro. Wilton Pereira Sampaio consultou o VAR (árbitro de vídeo) e marcou o polêmico pênalti. Thiago Galhardo foi para a bola e chutou forte, sem chances para Weverton. Galhardo chegou a cinco gols e é o artilheiro isolado do Brasileirão.
Quando a vitória do Inter parecia inevitável, o Palmeiras reagiu. Aos 48 minutos, Rony tentou jogada e a bola sobrou para Gustavo Gómez. O zagueiro fez cruzamento perfeito para Luiz Adriano, de cabeça, empatar a partida. Com o resultado, o Colorado soma 16 pontos e segue na liderança do Brasileirão. O Palmeiras chegou a 10 pontos na classificação, na sétima posição.
Equilíbrio na Vila
Santos e Vasco fizeram um jogo muito equilibrado e com emoção até o fim. Mesmo com oito desfalques, o Vasco quase abriu o placar ainda no primeiro minuto de jogo. Felipe Jonatan errou a saída de bola, Cano arriscou e explodiu o travessão de João Paulo. O Peixe só reagiu aos 20 minutos do primeiro tempo. Escanteio pela direita, a bola viajou na área do Vasco e Fernando Miguel afastou com um soco. Soteldo pegou o rebote, balançou na frente do marcador e cruzou novamente. Lucas Veríssimo apareceu sozinho, na linha da pequena área, e cabeceou para abrir o marcador.
O Vasco não sentiu o gol do Santos, continuou bem na partida e foi premiado aos 42 minutos. Cobrança de escanteio pela direita e Igor Catatau tocou de cabeça para Fellipe Bastos. O camisa 8 emendou de primeira para empatar. O assistente marcou impedimento e o lance foi para o VAR. Depois de 5 minutos de análise, o árbitro confirmou o gol.
O Santos voltou melhor no segundo tempo. Aos dois minutos, Pará avançou pela direita, chutou de fora da área e levou perigo a Fernando Miguel. Aos quatro minutos, Soteldo cobrou falta no ângulo direito do goleiro, que fez bela defesa. Na terceira tentativa, veio o gol. Andrey saiu jogando errado e Miranda teve que fazer falta em Soteldo. Marinho cobrou de perna esquerda sem chances para Fernando Miguel, que só olhou a rede estufar.
Assim como na primeira etapa, o Vasco cresceu após o gol sofrido e partiu para o ataque. Em nova cobrança de escanteio, a bola bateu na mão esquerda de Alison e o árbitro mandou seguir. Contudo, o lance foi novamente analisado pelo VAR, e Rodrigo Dalonso Pereira assinalou pênalti. Cano cobrou forte, no canto direito de João Paulo, para deixar tudo igual novamente: 2 a 2.
O Santos tentou pressionar o Vasco no fim do jogo, mas a melhor chance foi do Cruzmaltino. Aos 49 minutos, Carlinhos puxou contra-ataque e deu belo passe para Guilherme Parede. Ele encontrou Ribamar livre pela direita. O atacante entrou na área, se enrolou sozinho e teve que recuar para Carlinhos. O meia tentou o chute e a bola passou raspando a trave direita de João Paulo.
Com o empate, o Santos chegou a 8 pontos e ocupa a 11ª posição. Já o Vasco soma 11 pontos e está na terceira colocação.

DESTAK EDITORA S.A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa. Copyright – Termos de uso