Menu

Versão
impressa

Edição impressa
Menu
Busca

Crime

Bridget Floyd diz que polícias deviam de estar na prisão

George Floyd foi morto por asfixia causada por policial nos EUA

28.05.20 9:58

George Floyd, em seus últimos momentos com vida.  (Frame do vídeo)

George Floyd, em seus últimos momentos com vida. (Frame do vídeo)

Segundo o The Guardian, Bridget Floyd afirmou que os quatro dos agentes envolvidos na morte do irmão, despedidos na terça-feira, "deveriam de estar na prisão por homicídio".
George Floyd, de 46 anos, morreu na noite de segunda-feira, 25, na cidade de Minneapolis, durante uma batida da polícia. O incidente foi gravado por testemunhas e disseminado nas redes sociais. Na gravação é possível ver a vítima pedir ajuda por várias vezes e a reclamar que não conseguia respirar.
"Durante cinco minutos vemos como um agente branco apertou o joelho no pescoço de um homem negro. Cinco minutos. Quando se ouve alguém a pedir socorro, supomos que é preciso ajudá-lo. Este agente falhou no sentido humano mais básico. O que aconteceu foi simplesmente horrível", disse o presidente da Câmara de Minneapolis, Jacob Frey, em conferência de imprensa.
As autoridades do Minnesota e o FBI já estão investigando o caso. O policial envolvido é branco e foi identificado como sendo Derek Chauvin, agente que faz parte do quadro da polícia há 19 anos.
A morte de George Floyd desencadeou uma série de protestos na terça-feira, 26, nas ruas de Minneapolis. E, mais uma vez a polícia usou da sua força para conter a indignação das pessoas. Durante o protesto, os polícias armados, dispararam balas de borrachas e gás lacrimogênio contra os manifestantes. 
Ontem, 27, os protestos continuaram, mas as manifestações foram pacíficas. No entanto, ainda de acordo com o jornal britânico, um grupo se deslocou em protesto para a delegacia mais próxima e vandalizaram o edifício como forma de protesto. 
A manifestação se estendeu para Los Angeles, onde a multidão também saiu em protestos para sinalizar a brutalidade policial. 

 

Versão dos policiais 
Segundo a polícia local em comunicado, Floyd morreu "após um incidente médico durante uma interação policial".
De acordo com as autoridades, a polícia estava respondendo a uma chamada dizendo que um homem tentava usar cartões falsos em uma loja de conveniência.
Dois policiais localizaram o suspeito em um veículo. Segundo eles, ele "parecia estar intoxicado". Eles ordenaram que saísse do veículo, mas o homem resistiu, segundo a versão da polícia.
"Os policiais conseguiram algemar o suspeito e notaram que ele parecia estar sofrendo de problemas médicos", acrescentou o comunicado.
No vídeo de 10 minutos filmado por uma testemunha, um policial mantém Floyd no chão, que, a certa altura, diz: "Não me mate".
Testemunhas pedem ao policial que retire o joelho do pescoço do homem, observando que ele não estava se mexendo. Alguns dizem que "seu nariz está sangrando", enquanto outro pede: "Saia do pescoço dele".
* Com informações das agências internacionais 
*Colaborou Guil Macedo 

DESTAK EDITORA S.A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa. Copyright – Termos de uso