Menu

Versão
impressa

Edição impressa
Menu
Busca

Seu Bolso

Caixa não vai cobrar empréstimos e financiamentos

Medida, que visa reduzir o impacto econômico da epidemia de Covid-19 sobre os clientes, valerá por 60

19.03.20 12:46

Banco também reduziu as taxas de juros das linhas de crédito  (Agência Brasil)

Banco também reduziu as taxas de juros das linhas de crédito (Agência Brasil)

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta quinta-feira (19), ações para reduzir os impactos econômicos do coronavírus junto a seus correntistas. Entre elas, a redução das taxas de juros e a suspensão por 60 dias do pagamento de empréstimos e financiamentos já contratados (inclusive os habitacionais), sem necessidade de comprovação.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que novas medidas poderão ser anunciadas pelo banco e o prazo de 60 dias de pausa nos contratos de crédito pode ser ampliado.

“Começamos com 60 dias. Se por acaso, essa crise continuar e for maior, ampliaremos para 90, 120 dias. Estaremos avaliando todo o dia, toda a semana o impacto [do coronavírus]”, disse, em uma transmissão ao vivo pelo Facebook.
Linhas de crédito

As taxas de juros das linhas de crédito foram reduzidas para clientes e empresas. Para as pessoas físicas, o crédito consignado agora tem a partir de 0,99% ao mês, a partir de 1,99% ao mês no penhor e, no  crédito direto ao consumidor (CDC), a partir de 2,17% ao mês.

Micro e pequenas empresas terão redução de até 45% nas taxas das linhas de capital de giro (a partir de 0,57% ao mês). A carência de até 60 dias nas operações parceladas de capital de giro e renegociação também é válida para essas empresas.

Também foram disponibilizadas linhas de crédito especiais, com até seis meses de carência, para empresas que atuam nos setores de comércio e prestação de serviços, mais afetadas pelo momento atual. As linhas de aquisição de máquinas e equipamentos estão com taxas reduzidas e até 60 meses para pagamento.

“Temos tanto dinheiro para empresar e base de capital para suportar esse crescimento do crédito. Essas medidas foram pensadas e estamos muito tranquilos. Temos foco em micro e pequenas empresas, na pessoa física e nos hospitais, em especial as santas casas”, destacou.
Habitação

Para contratos habitacionais de pessoa física, os clientes poderão solicitar a pausa estendida de até duas prestações pelo aplicativo Habitação Caixa, sem a necessidade de comparecimento às agências.

Empresas também poderão solicitar pausa estendida de até duas prestações em seus contratos habitacionais.

DESTAK EDITORA S.A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa. Copyright – Termos de uso