Como comprar ações de outros países | Tutorial completo

Existem várias bolsas no mundo – e diferentes empresas estão presentes em diferentes mercados. No entanto, isso não significa que uma pessoa só possa investir em empresas listadas em seu próprio país. É aqui que entram as contas de títulos, títulos ou recibos internacionais. Como comprar ações de outros países? Isso que veremos.

Como comprar Ações de outros países

Para comprar ações, siga esses passos simples:

  1. Acesse o site da corretora
  2. Faça o registro
  3. Faça seu primeiro depósito
  4. Compre algumas ações

Comprar Ações

Investir em contas de títulos internacionais significa basicamente negociar um título emitido no Brasil, mas garantido por ações de empresas que não fazem parte da B3, a Bolsa de Valores Brasileira, os títulos são listados. Essa opção às vezes é solicitada por pessoas que desejam diversificar seu portfólio ou investir em determinadas empresas no exterior, mas sem precisar abrir uma conta em outro país e transferir dinheiro para lá.

Por isso que, investir em ativos em outros países pode ser uma ótima opção para diversificar uma carteira de investimentos e encontrar alternativas mais rentáveis. No entanto, antes de realizar esse tipo de operação, é necessário ter algumas ideias básicas sobre como investir no exterior.

Como cada transação funciona de forma diferente, é importante pesar todas as suas características. Ao conhecer essas alternativas e seus benefícios, você pode avaliar se elas realmente fazem sentido para o seu portfólio.

Existem algumas maneiras de fazer isso, mas é importante sempre lembrar que ações (de qualquer tipo) são um investimento arriscado. Embora possam produzir bons retornos, são extremamente voláteis e sempre há a chance de o investidor perder dinheiro. Por isso, o primeiro passo antes de investir é conhecer seu perfil de investidor, saber se as medidas são recomendadas ou não.

Neste artigo, iremos mostrar como comprar ações internacionais e se vale a pena a compra e o investimento.

O que são os investimentos internacionais?

Como comprar ações de outros países

O investimento internacional é qualquer oportunidade de expor seu dinheiro a outras economias. Essas contribuições podem ser diretas, quando as negociações ocorrerem com ativos no exterior, ou indiretas – quando ocorrerem em alternativas disponíveis no Brasil. Os investimentos diretos devem ser realizados por intermédio de empresa estrangeira. Dessa forma, é necessário abrir uma conta internacional, converter a moeda (pagar o imposto apropriado) e fazer as contribuições.

Já, os investimentos indiretos são menos burocráticos e onerosos. No seu próprio banco de investimento, existem alternativas que estão expostas ao mercado internacional, como você verá a seguir. Aqui o investimento é feito em reais e não há conversão de moeda.

Comprar Ações

Vantagens de investir em ações de outros países

Uma das principais vantagens que o investimento em ações estrangeiras oferece é a oportunidade de aproveitar oportunidades e proteger o capital, o que incentiva uma boa diversificação de investimentos. Outro ponto importante de investir em ações estrangeiras versus comprar moedas preferenciais de outros países, é o limite de valorização encontrado nesta última opção.

A cotação do dólar, por exemplo, varia em relação ao real, mas permanece em um determinado nível. No caso das ações, por outro lado, essa limitação não se aplica mais: se a empresa obteve resultados excelentes, o investidor recebe o equivalente à participação nos ativos, mesmo que o aumento de valor tenha sido muito alto.

Neste tópico vamos conhecer a fundo, três benefícios para o investimento de ações em outros países:

  • Diversificação

A primeira vantagem é a diversificação da carteira de investimentos. Você já deve ter ouvido falar dessa estratégia, mas é importante reforçá-la. Ao distribuir suas contribuições por diferentes modalidades e áreas, você também se expõe a diferentes riscos. Dessa forma, a carteira não fica exposta a apenas um fator – pode colocar todo o seu capital em risco. Ao espalhar os riscos, eles podem compensar uns aos outros. Isso significa que enquanto há uma depreciação em uma área, pode haver um movimento ascendente em outro setor.

  • Independência entre investimentos

Uma parte importante da estratégia de diversificação é a independência entre os investimentos em sua carteira. Ou seja, a exposição real a áreas, setores e economias que não interagem entre si ou se comportam da mesma forma em diferentes cenários. Nesse sentido, é preciso ter cuidado para não cair no erro diversificação. Isso acontece quando você faz contribuições para diferentes alternativas que são realmente afetadas pelos mesmos riscos. Um exemplo comum é a compra de ações de várias empresas que fazem parte do mesmo setor.

  • Dolarização da carteira

Quando você faz investimentos no mercado norte-americano, suas contribuições também estão vinculadas às flutuações das taxas de câmbio, mesmo que o investimento seja feito indiretamente. E como sabemos, historicamente o dólar é uma moeda mais forte que o real. Sendo uma moeda forte utilizada por vários bancos centrais ao redor do mundo, não está tanto associada a instabilidades econômicas e políticas conectadas – o que é muito comum no Brasil. Portanto, os investimentos relacionados podem servir de proteção.

Também é importante considerar a relação entre o dólar e a bolsa de valores brasileira. É comum que apresentem uma correlação negativa – geralmente quando o mercado de ações está subvalorizado, o dólar se valoriza em relação ao real. O movimento inverso também ocorre.

Isso acontece por causa de um movimento do investidor: quando a bolsa está alta, ela atrai mais investimento estrangeiro. Isso aumenta a oferta de dólares e causa uma depreciação. Por outro lado, quando as bolsas caem, o dólar é retirado do país que o valoriza devido à baixa oferta.

Como comprar ações de outros países?

Embora esta seja uma alternativa muito interessante, nem sempre é acessível. Investir em ativos de outros países exige uma série de cuidados necessários à condução das operações. Siga o nosso passo a passo, que você vai conseguir logo se tornar um investidor de ações internacionais:

  1. Passo 1 – abrir uma conta internacional

Esta parte pode ser bastante tediosa e burocrática, no entanto, para receber os dividendos, é imprescindível a abertura de uma conta no exterior que permita trabalhar com moedas estrangeiras. Vale lembrar que esta etapa envolve custos de manutenção, além do acompanhamento permanente dos à nova conta.

  1. Passo 2 – análise de corretoras

A análise do patrimônio nacional já é bastante trabalhosa, pois é preciso relacioná-la com o cenário econômico brasileiro, avaliar bem os índices e o histórico geral da empresa. Quando se trata de uma atuação internacional, esse nível de dificuldade aumenta – pois além de dominar o idioma, é necessário um sólido conhecimento da economia e da política do outro país, bem como das empresas que oferecem cotas.

Se, na avaliação de ativos de empresas nacionais chamar um especialista ajuda muito, e o suporte para ações judiciais no exterior é ainda maior – claro que só se for um especialista realmente competente que saiba lidar bem com esses ativos.

E por isso que indicamos a etoro para realizar a compra de ações de outros países, assim, explicaremos abaixo o passo a passo simples para você conseguir fazer seu investimento de forma segura:

Comprar Ações

Comprar ações com a eToro

O eToro trabalha com milhares de ativos financeiros em diferentes categorias. O que é certo, porém, é que o mercado de moedas digitais cresceu significativamente nos últimos anos. Desde o início das bitcoins em 2009, dezenas de outros apareceram no mercado – alguns desapareceram, outros ainda estão em ascensão. A eToro oferece atualmente doze moedas digitais diferentes.

1 – Registro

Para saber como comprar no eToro, o primeiro passo é abrir uma conta. Vá para o site eToro, clique em Registrar agora e preencha o formulário com seus dados. Você também pode se registrar com sua conta do Google ou Facebook. No final, clique no botão azul Criar conta.

Após criar a conta, você já pode entrar na plataforma com o login e senha que escolheu. Você será solicitado a fornecer algumas informações pessoais, como seu nome completo, número de telefone, endereço e responder a algumas perguntas que ajudarão a eToro a entender seu perfil de investidor. Você também precisará fazer o upload do seu cartão de identificação (frente e verso) e comprovante de residência.

2 – Depósito

Esse processo de registro pode levar alguns dias, mas você não precisa esperar para aprender a comprar no eToro. O primeiro depósito pode ser feito assim que o sistema verificar seu número de telefone.

Os documentos são necessários para sacar seus ganhos. Para começar a investir, você precisa criar um portfólio no eToro. Escolha o método de pagamento que deseja usar para comprar suas criptomoedas no eToro e preencha todos os detalhes de acordo com o método escolhido uma. O valor mínimo para abrir uma posição com criptomoedas é de $ 200 por posição – ou seja, para cada transação de criptomoeda no eToro, você deve ter $ 200.

3 – Conta Real

Para visualizar todos os ativos disponíveis, clique em Trading Markets no canto esquerdo da tela. Uma tela aparecerá com os ativos destacados e no menu superior os tipos de ativos negociados no eToro: criptomoedas, ETFs, ações, índices, commodities e pares de moedas.

Selecione a criptomoeda desejada na lista e clique nela. Uma tela especial relacionada a esta moeda será aberta, onde você poderá ver as últimas notícias (feed), o desenvolvimento histórico de preços em diferentes períodos e o gráfico de velas mostrando a tendência de alta ou baixa do preço. Informações essenciais para saber como comprar no eToro. Decidiu comprar? Basta clicar no botão azul de negociação (canto superior direito). Insira o valor desejado e clique em Abrir posição.

Comprar Ações

Concluído! Suas moedas digitais ficam instantaneamente disponíveis em sua carteira, onde você pode acompanhar todos os movimentos.