‘Celular do Pix’ tem procura meteórica e vira fenômeno em lojas da Xiaomi

0
‘Celular do Pix’ tem procura meteórica e vira fenômeno em lojas da Xiaomi
Foto: Shutterstock

A multinacional chinesa Xiaomi detectou uma ampliação na quantidade de clientes que buscam as lojas da marca na tentativa de encontrar o “celular do Pix”. Esse público corresponde às pessoas atenciosas a nova avalanche de furtos de smartphones.

Eles almejam um dispositivo secundário para ser alternativo como maneira de assegurar o acesso a aplicativos que mexem com dinheiro.

Conforme o gerente da operação brasileira da Xiaomi, Luciano Barbosa, os clientes desejam modelos intermediários tecnicamente e preços mais consideráveis. A ideia é excluir os apps de banco do smartphone principal, que é utilizado no dia a dia.

“Este celular secundário é escolhido para ficar na gaveta”, avaliou Barbosa, em entrevista ao site Techtudo.

Apesar disso, o executivo recomenda que os usuários da Xioami utilizem os recursos de segurança inseridos originalmente nos celulares.

A interface MIUI possibilita criar um ambiente seguro que requer senha extra ou a biometria de impressões digitais para liberar o acesso aos aplicativos escolhidos pelo usuário.

“É injusto ter que comprar outro celular só para fazer Pix”, completa o chefão da marca no mercado doméstico.

A companhia lançou, na última terça-feira (10), o modelo Xiaomi 12 com preço avaliado em R$ 9.499, conforme anúncio oficial.

Além disso, a empresa reiterou a presença nas redes sociais como forma explicativa de ensinar aos usuários a como tirar proveito dos recursos de segurança dos produtos Mi e Redmi.

Não há posts para exibir

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui