TSE e rede social fecham acordo contra fake news

0
TSE e rede social fecham acordo contra fake news
Foto: Reprodução

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Telegram oficializaram, na última segunda-feira (16), um acordo para combater a desinformação no decorrer das eleições presidências previstas para outubro deste ano.

O tribunal vai ter um canal oficial no aplicativo de mensagens instantâneas com a proposta de divulgar informações oficiais acerca do pleito.

Além disso, conforme o documento da parceria, será criado um robô para tirar dúvidas dos usuários tal qual terá  o desenvolvimento de um marcador para conteúdos desinformativos.

A plataforma também se solidarizou para apoiar o órgão na publicação da página oficial para os usuários. Apoio técnico e inovações para os projetos fazem parte dos serviços do aplicativo nesta parceria.

Outra novidade é sobre a criação de um canal extrajudicial para que o tribunal realize denúncias na plataforma. Em caso de denúncias, o Telegram conduzirá uma investigação para detecção de violação dos termos de serviço e políticas internas.

Do mesmo modo, o Tribunal se compromete em fornecer informações e relatórios sobre o desenvolvimento das eleições. Outra ação do TSE foi a renovação de parcerias com outras redes sociais e plataformas digitais.

A ideia é combater às fake news nas eleições deste ano com divulgação de mensagens e vídeos. As redes parceiras são: Twitter, TikTok, Facebook, WhatsApp, Google, Instagram, YouTube, LinkedIn, Kwai e Spotify.

O trabalho de combate à propagação de notícias falsas referentes às eleições e a Justiça Eleitoral acontece desde 2018.

Não há posts para exibir

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui